top of page
Pontosiii-jul-REC.jpg

Faz de Conto Bookstore

Oradora: Joana Guedes, Centro de Neurociências e Biologia Celular | CNC UC

Data: Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Horário: 18h00 - 19h00

Entrada: Gratuita e sem necessidade de inscrição prévia

Organização: Em parceria com o Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra e a Cervejaria Praxis

Faz de Conto is a special bookstore! Here the stories allow you to travel to distant worlds without leaving the same place!
Located in the Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, this bookstore aims to inspire all those who like stories, illustration and literature for children.

Livraria Faz de Conto regularly organizes storytelling sessions and workshops for children and adults. For more information, see the official page of  Make Account .

Time
Monday:
  closed
Tuesday:
  2:00 pm to 7:00 pm
Wednesday to Saturday:
  10h00 - 12h30 | 14:00 - 19:00
Sunday: 10h00 - 12h30 | 14:00 - 18:00

Resumo

As alergias são uma resposta imunitária exagerada a um alérgeno que não deveria ativar o sistema imunitário. São condições extremamente prevalentes e a Organização Mundial da Saúde estima que, até 2050, metade da população mundial será suscetível a desenvolver alergias. Este aumento pode ser parcialmente explicado por fatores ambientais, incluindo modificações na composição da vegetação, níveis elevados de alérgenos e poluição no ar, além de períodos de polinização prolongados, todos resultantes de alterações climáticas.

Crianças com alergias severas, como dermatite atópica, asma e rinite alérgica, têm um risco aumentado de serem diagnosticadas com Perturbação de Hiperatividade/Défice de Atenção (PHDA), a condição do neurodesenvolvimento mais comum. No laboratório de Circuitos Neuronais e Comportamento do CNC, a equipa dedica-se a compreender como as alergias na fase inicial da vida constituem um fator de risco para o desenvolvimento de PHDA.

 

Recentemente, utilizando modelos animais, o grupo descobriu que alergias em início de vida aumentam prematuramente os níveis de interleucina (IL)-4, uma citocina central na resposta alérgica. Este aumento interfere com o desenvolvimento do cerebelo, induzindo comportamentos de hiperatividade e impulsividade reminiscentes de PHDA. Especificamente, ficou provado que níveis elevados de IL-4 inibem a microglia de eliminar neurónios excedentários, causando alterações no funcionamento dos circuitos neuronais do cerebelo e comportamentos relacionados com PHDA. Este estudo forneceu a primeira evidência mecanística que suporta a comorbidade amplamente descrita entre alergias e PHDA em humanos.

Atualmente, o grupo está, não só a aprofundar o estudo dos mecanismos subjacentes a esta relação, mas também a realizar um estudo clínico com indivíduos com PHDA e alergias. O objetivo é, com base em informações clínicas, laboratoriais e ambientais, desenvolver um algoritmo que consiga prever a probabilidade de uma criança com alergias na infância ser diagnosticada com PHDA.

 

Este estudo, coordenado pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, conta com a colaboração de médicos do Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra e investigadores da Faculdade de Medicina, do Centro de Ecologia Funcional e do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra. 

 

 

Biografia

Joana Guedes é formada em Bioquímica e doutorada em Biologia Experimental e Biomedicina pela Universidade de Coimbra. Durante o doutoramento, especializou-se em Neuroimunologia, estudando o papel do sistema imunitário na doença de Alzheimer. Este trabalho resultou de uma colaboração entre o Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) e o Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra. Posteriormente, viajou para os Estados Unidos, onde investigou o potencial terapêutico de monócitos em modelos animais de Alzheimer no Massachussets General Hospital.

Ao regressar a Coimbra, juntou-se ao grupo de Circuitos Neuronais e Comportamento do CNC, onde aprofundou a formação em neurobiologia, estudando como determinadas redes neuronais e regiões do cérebro influenciam comportamentos, e como é que fatores ambientais contribuem para doenças do neurodesenvolvimento. Especificamente, descobriu um mecanismo através do qual as alergias na infância são um fator de risco para o desenvolvimento de Perturbação de Hiperatividade/Défice de Atenção.

 

Atualmente, a sua investigação tem como objetivo perceber como a maturação do cérebro é afetada por alergias severas na infância, com um foco na microglia, células do sistema imunitário do cérebro essenciais para a formação das redes neuronais.

 

Além das suas atividades de investigação, Joana Guedes é docente convidada na Universidade de Coimbra, membro da Sociedade Portuguesa de Neurociências e revisora convidada das revistas científicas Frontiers in Neural Circuits e Frontiers in Cellular Neuroscience.

Ao longo da sua carreira, também se tem dedicado à comunicação de ciência, participando em várias iniciativas como o programa Estudo em Casa, a Noite Europeia dos Investigadores e o programa de rádio 90 Segundos de Ciência, o que reflete o seu compromisso com a democratização do conhecimento científico.

bottom of page